Economia
09 Julho de 2024 | 15h00

Governo encaixa 14,1 mil milhões de kwanzas

O Governo angolano arrecadou cerca de 14,1 mil milhões de kwanzas, com a venda, via leilão electrónico, de quatro hotéis da rede UI, no âmbito do Programa de Privatizações (PROPRIV) 2023-2026.

Trata-se dos Hotéis IU, localizados em Moçâmedes, na província do Namibe, que ficaram com a empresa Viva Luanda, Hotéis IU Lubango (Huíla) e IU Talatona (Luanda), ambos vendidos à empresa Umbiserv e o  Hotel IU Dundo, que ficou com a Endiama.

A nota de imprensa do Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) informa que foi concluída a primeira vaga do procedimento para a privatização na modalidade de Alienação de Activos da Rede de Hotéis IU, IKA e BINA, no âmbito do Concurso Público.

Segundo a nota, concluídas todas as fases previstas nas peças do procedimento e com base no critério de adjudicação previsto, foram julgadas quatro unidades hoteleiras.

As propostas adjudicadas, cujas garantias de pagamento foram prestadas, segundo o IGAPE, vão representar um rendimento financeiro para o Estado angolano.

O concurso público foi lançado no passado dia 16 de Maio do ano em curso, e cumpriu com toda a tramitação administrativa necessária e em conformidade com as respectivas peças e com a Lei de Base das Privatizações.

De acordo com os registos do Portal de Leilão Electrónico do IGAPE, o concurso público contou com a apresentação de 56 candidaturas (apresentadas por 11 entidades, para um total de 25 unidades hoteleiras), que foram objectos de avaliação de conformidade pela Comissão de Negociação.

Fonte: JA