Internacional
23 Junho de 2022 | 17h53

Detido mais um suspeito da morte de jornalista e de ativista na Amazónia

Foi detido um quarto suspeito da morte do jornalista britânico e do ativista brasileiro na Amazónia. Segundo o jornal Folha de São Paulo, o homem entregou-se à polícia de São Paulo, esta quinta-feira, e foi logo detido.

Gabriel Pereira Dantas admitiu a sua participação no homicídio de Bruno Pereira e Dom Phillips. 

O suspeito deverá ficar sob alçada da Polícia Federal que está encarregue do  caso. 

Os corpos de Bruno Pereira e Dom Phillips foram encontrados uma semana depois de ter sido dado a conhecer o desaparecimento, em 05 de junho, na região do Vale do Javari, uma das maiores terras indígenas do Brasil, localizada no extremo oeste do estado do Amazonas. Na sexta-feira, foi confirmada a identidade dos restos mortais.

No âmbito das investigações, a Polícia Federal explicou que os principais suspeitos agiram sozinhos, afastando assim a possibilidade de um "autor intelectual ou organização criminosa por trás do crime".

O caso continua em aberto e as autoridades não descartam a possibilidade de prenderem mais pessoas.

Fonte: NM