Internacional
28 Maio de 2024 | 15h54

Multado em 6 mil euros por ir até Taiwan com carne de porco na lancheira

O viajante indonésio, incapaz de pagar a multa, acabou por ser deportado, revelou ainda.

As autoridades alfandegárias de Taiwan emitiram uma multa de 200.000 dólares taiwaneses (cerca de 6.000 euros) a um viajante por tentar trazer uma lancheira com carne de porco para o país.

O cidadão indonésio tinha acabado chegar de Hong Kong, na China, a 30 de abril, quando um cão-polícia farejou a "combinação de frango assado e porco", revelou a Agência de Inspeção Sanitária Animal e Vegetal de Taiwan, citada pela Australian Broadcasting Corporation.

O viajante, incapaz de pagar amulta, acabou por ser deportado, revelou ainda.

Taiwan introduziu multas a quem trouxer produtos suínos para a ilha de países afetados pela peste suína africana após um surto na China, em 2018.

As multas aumentam para um milhão de dólares (cerca de 920.000 mil euros) por violações subsequentes da quarentena. 

A doença altamente infecciosa afeta porcos domésticos e selvagens e tem uma taxa de mortalidade de cerca de 80 por cento. Taiwan é um dos poucos países asiáticos ainda não afetados pela doença.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde Animal (WOAH), a peste suína africana é responsável por perdas massivas nas populações de suínos e por consequências económicas drásticas.

"Não é um perigo para a saúde humana, mas tem efeitos agrícolas devastadores nas populações suínas e na economia", afirma a WOAH.


Fonte: NM