Curiosidades
08 Junho de 2022 | 14h55

Qual é, afinal, a magia da vitamina C na pele? Desvendamos tudo

Já reparou que muitos produtos de cosmética contêm este ingrediente na sua composição? Nunca a vitamina C foi tão popular e, na verdade, isso não é obra do acaso. Crescemos a ler e a ouvir dizer que é um indispensável à mesa e fonte de vitalidade, porque ajuda a fortalecer o sistema imunitário. O que talvez não saiba é que o seu potencial vai muito além da alimentação.

Reconhecida por ser um poderoso agente antioxidante, proporciona à pele uma proteção contra o stress oxidante e é especialmente indicada para o tratamento de manchas, na maior parte dos casos benignas, mas que, do ponto de vista estético, podem ser muito incomodativas. Dúvidas houvesse quanto à sua eficácia, a Garnier lançou recentemente uma gama completa de 'skincare' com vitamina C. A promessa é apenas uma: garantir uma tez uniforme, com aspeto saudável e luminoso.

"Graças às suas propriedades antioxidantes, [a vitamina C] permite reduzir, por exemplo, a ação dos radicais livres induzidos pelos raios do sol e, desse modo, prevenir o envelhecimento prematuro da pele ligado à exposição solar", resume Ana Sofia Amaral, Regulatory & Scientific Affairs director da L’Oréal Portugal, em entrevista ao Lifestyle ao Minuto

 

A vitamina C é uma vitamina hidrossolúvel, ou seja, dissolve-se em água. Podemos encontrá-la em frutos e em legumes coloridos, como a laranja, o limão, a toranja, o kiwi, o morango, os brócolos ou o pimentão vermelho.

Encontramos vitamina C, como ingrediente importante nos produtos cosméticos sob diferentes formas: como ácido ascórbico ou vitamina C pura, comumente conhecida como vitamina C, ou como derivado da vitamina C, como por exemplo a vitamina C glicosilada, chamada vitamina CG (ascorbyl glucoside).

Fonte: NM