Sociedade
26 Abril de 2022 | 08h31

Imobiliária quer investir 400 milhões de dólares

A imobiliária Broima Investimentos Lda quer investir quase 400 milhões de dólares na construção de 346 casas da tipologia T3 e T4 em Luanda, em forma de vivendas isoladas ou habitações em edifícios de um piso.

Trata-se de um novo projecto habitacional da filial do grupo empresarial chinês H&S, denominado "Orlando Residencial”, cujo lançamento da primeira pedra deve acontecer em Maio, segundo a directora-geral da Broima, Linda Liu.

Em declarações à Angop, a propósito da segunda edição do Fórum Imobiliário, realizado de 21 a 22 deste mês, em Luanda, a também vice-presidente da Câmara de Comércio Angola-China sublinhou que o projecto vai contemplar zonas comerciais, desportivas e de lazer.

A obra, a ser desenvolvida numa área de mais de 14 hectares, nas imediações da Centralidade do Kilamba, município de Belas, vai ter infra-estruturas externas (arruamento, drenagem, energia eléctrica e canalização de água) e sociais (escolas e centros de saúde).

Para a empresária, as habitações serão erguidas de forma faseada, prevendo a construção de 80 moradias na primeira fase, num período de oito meses. A fonte avançou que alguns clientes já garantiram o pagamento de mais de 30 casas, no espaço que corresponde ao "Orlando Residencial”.

De acordo com Linda Liu, a empresa prevê replicar o mesmo projecto em outros seis condomínios residenciais de Luanda, nos próximos tempos. Quanto ao custo dos imóveis, a responsável afirmou que o preço deve variar entre 85 a 100 milhões de kwanzas.

Questionada sobre o crédito habitacional bonificado, decretado pelo Banco Nacional de Angola (BNA), Linda Liu considerou uma medida valiosa e assertiva do banco central, por reforçar o incentivo e a revolução do mercado imobiliário em Angola.

Assegurou que a sua empresa já começou a negociar com alguns bancos comerciais, para encontrar as melhores soluções de acesso ao empréstimo disponível. "Vamos analisar as melhores formas possíveis, para facilitar o acesso ao crédito e criar pacotes específicos para os clientes que pretenderem comprar as nossas casas”, reforçou.

O grupo empresarial H&S opera em Angola há 16 anos, investindo em várias áreas, com realce para o sector imobiliário. Dos projectos habitacionais já investidos, o destaque recai sobre os condomínios "Jardim de Rosas”, "Austin Residencial” e "Vila Kuditemo”, em Luanda.

Fonte: JA