Sociedade
21 Abril de 2022 | 08h36

Luanda acolhe workshop sobre o Aproveitamento Hidroeléctrico de Baynes

A Comissão Técnica Permanente Conjunta para a Bacia do Rio Cunene (CTPC), realiza esta quinta-feira, 21, em Luanda, um Workshop “Das Partes Interessadas do Aproveitamento Hidroeléctrico de Baynes sobre o tratado de Baynes.

O Aproveitamento Hidroeléctrico de Baynes situa-se no rio Cunene, no trecho internacional fronteiriço com a Namíbia, cerca de 48 quilómetros a jusante das Quedas de Epupa, 200 quilómetros de Ruacaná, local em que o rio atravessa o desfiladeiro de Baynes.

 

O Baixo Cunene, região que se estende por aproximadamente 185 quilómetros a partir das Quedas de Epupa até a foz do rio Cunene no Oceano Atlântico, é considerada a área de influência do empreendimento.

 

AHE BAYNES será constituído por uma Barragem de enrocamento com face de betão, altura de 200 m, comprimento de coroamento de 1.025 m, comprimento da albufeira 40 km e área inundada 58,15 km2 num nível de pleno armazenamento.

 

A unidade do Aproveitamento será composta por um canal de adução, tomadas de água, condutas forçadas, central de geração, terá uma potência de 600 MW, sendo que 300 MW para Angola e 300 MW para Namíbia.

 

O Projecto reveste-se, também, de enorme importância para o progresso das regiões Sul de Angola e Norte da Namíbia e para o fortalecimento das relações bilaterais, sendo que, para além da produção de electricidade, irá propiciar o desenvolvimento destas regiões nos sectores da agricultura, pecuária, turismo e criação de emprego, dentre outros, e estabelecer um corredor rodoviário entre os portos do Namibe e WalvisBay.

Fonte: JA