Sociedade
08 Abril de 2022 | 18h06

A gestão do desejo concorre para o combate à violência sexual – Helena Veloso

A Academia Angolana de Letras realizou ontem, 07 de Abril mais uma Conversa à Quinta-feira. O debate inseriu-se na abertura do ciclo de Abril. Alicerçado no tema sobre a “Violação sexual: um olhar para o agressor”, a psicóloga Helena Veloso foi a conferencista.

Na sua explanação, Helena Veloso começou por assumir que vivemos um clima de violência e de abuso sexual, que caracteriza por um elevado número de violações e outras agressões violentas e massivas.
Destacou a importância da denúncia e a necessidade de não se ilibar o homem dos seus actos discriminatórios e ofensivos à honra e saúde da mulher, bem como a não revitimização da mulher, pois muitas vezes acaba por ser erradamente culpabilizada pela violência sexual que sofre. A psicóloga acrescentou ainda que muitas mulheres também são machistas e consolidam a atitude machista dos homens.
Ao falar dos agressores, helena Veloso esclareceu que são pessoas comuns, pois apenas 4% dos crimes são cometidos por agressores com patologias. Muitos deles são padres, pastores, professores, motoristas, jardineiros e jornalistas, dentre outros. Dados apontam que acordo que 90% dos agressores são homens e a maioria das vítimas são mulheres.
A cultura do estupro está generalizada, porque se relativiza a violência sexual contra a mulher.
Para Helena Veloso a solução deste problema passa pela melhoria da educação dos filhos, no sentido de aprender a respeitar a mulher e ensinar as filhas a cultivarem mais a auto-estima. 
Participaram várias individualidades da vida académica e social de Angola, Brasil e Portugal.
Na próxima Conversa da Academia de Letras à quinta-feira, agendada para o dia 14 de Abril, à mesma hora, o tema versará sobre a "violência sexual e suicídio em Angola", cujo prelector será o sociólogo Laurindo Vieira, e contará com a moderação do escritor Albino Carlos.
Como é hábito a participação via Zoom estará aberta a todos os interessados  bastando para o qual acessar o ID: 698576385 com a senha AAL2022. 

Autor: Leda Dombaxi

Fonte: TPA Multimédia