Cultura
05 Abril de 2022 | 09h08

Denzel Washington sobre Will Smith: "Quem somos nós para condenar?"

Denzel Washington falou publicamente pela primeira vez sobre a agressão de Will Smith a Chris Rock em plena cerimónia dos Óscares.

Durante um evento organizado pelo pastor T.D. Jakes,  International Leadership Summit, este sábado, 2 de abril, o ator, de 67 anos, explicou porque se levantou depois do sucedido.

"Não conseguia ficar sentado”, sublinhou. "Esse não sou eu”, fez saber.

"Há um ditado que diz que quando o diabo te ignora, então é porque estás a fazer alguma coisa de mal. O diabo diz, ‘deixa-o em paz, é o meu favorito’. Pelo contrário, quando o diabo te ataca, talvez é porque estejas a fazer alguma coisa certa. E por alguma razão, o diabo levou o melhor dele naquela noite”, justifica.

"Não quero dizer aquilo que falamos. Quem somos nós para condenar? Eu não sei tudo o que se passou naquela situação, mas sabia que a única solução era orar, da maneira que eu vi, e da maneira que eu vejo”, completa.

Recorde-se que no final desta semana, Will Smith pediu a demissão da Academia, classificando as suas atitudes como "indesculpáveis”.