Sociedade
03 Abril de 2022 | 13h00

Primeiro Centro Oncológico fica pronto em ano e meio

A província de Benguela vai ganhar, dentro de um ano e meio, o primeiro Centro Oncológico Pediátrico, com capacidade para 200 camas de internamento.

O empreendimento, a ser erguido na localidade do Culango, numa área de seis mil metros quadrados, zona alta do município do Lobito, está orçado, na sua primeira fase de execução, em cerca de dois milhões de dólares.

A unidade sanitária, que vai atender crianças do Centro e Sul do país, deverá atender diariamente entre 180 a 220 utentes, nas diversas especialidades de saúde.

Entre outras valências, a unidade hospitalar vai, ainda, dispor de serviços de neonatologia, cuidados intensivos, ortopedia, obstetrícia, cirurgia, queimaduras, medicina interna, otorrino, oftalmologia e psiquiatria.

A construção do edifício, que gerou 50 postos de emprego a jovens da localidade, terá características de uma unidade de saúde de nível secundário.

A unidade surge no quadro de uma parceria entre a Lions Clubs Internacional, Administração Municipal do Lobito e o Ministério da  Saúde, numa coordenação específica, do Governo Provincial de Benguela, no âmbito da melhoria das condições da saúde e qualidade de vida da população.

Numa primeira fase, já estão seleccionadas 15 especialidades médicas e diversos serviços de tratamento especializado, para atender os pacientes, todos os dias úteis, e de  forma gradual, outras poderão, também, fazer parte deste conjunto, no referido centro. 

A administradora municipal adjunta para a Área Social, Política e das  Comunidades do Lobito, Maria José, considerou que a melhoria da rede primária vai garantir um melhor atendimento aos pacientes localmente, sem que os mesmos se desloquem a outras regiões.

A responsável vai servir, igualmente, de centro de referência para a formação de quadros em especialidades nas várias carreiras da saúde, cuja construção acontece no âmbito do Plano de Desenvolvimento Municipal da Saúde, que tem como prioridade a melhoria da assistência médica e medicamentosa, bem como o serviço de humanização dos pacientes.

Uma delegação da Lions Clubs Internacional, acompanhada pelos quadros do sector da Saúde e da Administração Municipal, trabalhou, na semana finda, na cidade do Lobito, tendo já constatado o local definido para a implementação do referido projecto, que já tem a primeira pedra colocada.

Lions Clubs International é uma organização  de Clubes de Serviços, cujo objectivo é promover o entendimento entre as pessoas, em uma escala para atender a causas humanitárias e promover trabalhos voltados às comunidades locais.

 

Fonte: JA