Desporto
19 Março de 2022 | 20h49

Técnico "tricolor" valoriza igualdade na Liga de Clubes

O treinador do Petro de Luanda valorizou o empate a zero bolas diante do Zamalek do Egipto, em jogo da quinta jornada do grupo D da Liga dos Campeões de África em futebol, disputado no estádio 11 de Novembro.

Alexandre Santos, que falava em conferência de imprensa, frisou que a sua equipa defrontou uma das maiores formações do continente.

Apesar do empate, o treinador português acrecentou que o Petro cumpriu com uma das principais orientações da direcção do clube, pontuar nos seis jogos disputados na condição de anfitrião.

"Tudo fizemos para vencer, mas nem tudo depende de nós. Ainda vamos à Casablanca com o mesmo objectivo de vencer", realçou.

Por seu turno, para Jesualdo Ferreira, treinador do Zamalek, foi um jogo ao nível dos contendores com objectivos diferentes na competição, aludindo ao facto de o Petro estar já antecipadamente qualificado aos quartos-de-final, enquanto os seus liderados já sem hipótese.

"Jogamos pela honra e tivemos ocasiões para marcar. Hoje não fomos eficazes num jogo muito difícil" referiu.

O também antigo seleccionador da Selecção Nacional de Angola afirmou ter defrontado uma equipa que aos poucos se afirma em África, justificando-se o facto de estar a liderar a classificação do grupo, com 11 pontos.

O Outro jogo do grupo entre o Sagrada Esperança e Wydad de Marrocos acontece a partir das 20h00, também no estádio 11 de Novembro.

Fonte: Angop