Sociedade
16 Março de 2022 | 20h26

CVA no Bié doa sangue à hemoterapia provincial

Vinte bolsas de sangue foram doados hoje à hemoterapia do hospital provincial do Bié, por voluntários afectos à Cruz Vermelha de Angola (CVA).

O gesto insere-se no quadro das actividades em alusão aos 44 anos da CVA, assinalados no passado dia 12 do mês corrente.

O secretário provincial da CVA no Bié, Ângelo Sassango, em declarações à imprensa local, informou que acções do género serão realizadas no decorrer do ano. Para tal, o trabalho de mobilização aos cidadãos continua, no sentido de aderirem ao projecto, visando salvar a vida dos enfermos internadas nas unidades sanitárias.

Já o responsável da secção de hemoterapia do hospital provincial do Bié, Álvaro Soares, enalteceu a iniciativa desta organização, já que, até ao momento da doação, não havia nenhuma bolsa de sangue em stock.

Lembrar que, no passado dia 5 deste mês, trinta e sete bolsas de sangue foram doadas a essa hemoterapia, num gesto da Organização da Mulher Angolana (OMA).

Apesar desses esforços, Álvaro Soares reafirmou a importância das organizações sociais e pessoas de boa-fé continuarem a se solidarizarem, com a finalidade de salvar vidas humanas, mormente crianças, gestantes e vítimas de acidentes de viação.

Esta unidade sanitária possui equipamentos suficientes para a colecta de sangue (bolsas, reagentes para testagem e outros), assim como de armazenamento do produto.

Dispõe ainda de meios humanos e materiais suficientes para atender as solicitações, quer as doações individuais quer as campanhas massivas.

Actualmente controla 96 técnicos, sendo oito pertencentes ao hospital municipal do Cuito, na comuna do Cunje, e 52 do Hospital Walter Strangway.

Tem capacidade para colher 60 bolsas de sangue dia, enquanto os dois frigoríficos disponíveis podem conservar até 200 bolsas.

Fonte: ANGOP