Sociedade
14 Março de 2022 | 11h00

Obras nas ruas de Viana ficam concluídas em Abril

As cinco vias que estão a beneficiar de obras no município de Viana, inseridas no Plano de Manutenção e Recuperação da Rede Viária dos Municípios de Luanda, ficam concluídas no próximo mês de Abril, garantiu o director provincial dos Serviços Técnicos e Infra-Estruturas do Governo Provincial.

Calunga  Kissanga disse, no final de uma visita efectuada à rua de acesso ao Mercado do KM 30, no Distrito da Baia, à Estrada Guarda Passagem, Rua Brasileira, do Centro Ortopédico e Rua das Madres, no Distrito de Viana, que os trabalhos estão orçados em mais de 30 milhões de kwanzas e que vão ser intervencionados mais de 20 quilómetros.

Adiantou que as obras de asfaltagem das estradas da Suave, Kimbangu e da antiga estrada de Catete, bem como da Rua das Madres, entre os bairros Mulevos /Boa Fé, arrancam apenas em Abril.

Calunga  Kissanga, que acompanhava a governadora de Luanda, realçou que a rua de acesso ao Mercado do KM 30 está a passar por um plano de recuperação, por ser uma via que já possui asfalto, sendo que a intervenção vai ser feita de forma faseada, tendo em conta a disponibilidade financeira.

"Numa primeira fase vão ser criadas condições para que os automobilistas tenham uma via alternativa. Houve uma degradação da via, mas a ideia é manter o perfil antigo da estrada”, disse, salientando a sua importância económica.

O director provincial dos Serviços Técnicos e Infra-Estruturas do Governo Provincial de Luanda explicou que o Plano de Manutenção e Recuperação da Rede Viária dos Municípios da capital prevê a conclusão de 20 km/mês, dando primazia aos trabalhos de manutenção e de 4 km por mês das obras profundas, que carecem de grande intervenção.

Segundo Calunga Kissanga, o plano abrange a manutenção e recuperação de vias degradadas em todos os municípios de Luanda.

Obras paralisadas

Escassez de recursos financeiros forçaram a paralisação das obras do Centro de Saúde e do Posto Policial do Distrito Urbano da Baia, a primeira desde 2014, segundo o director provincial dos Serviços Técnicos e Infra-Estruturas do Governo Provincial de Luanda.

As obras, acrescentou, estão incluídas no Programa de Investimentos Públicos e estuda-se a possibilidade de ser a Administração de Viana a dar sequência, com recursos próprios.

O director provincial dos Serviços Técnicos e Infra-Estruturas admitiu a possibilidade da construção de uma ponte sobre a vala que liga Viana e Cacuaco B.

Fonte: JA