Sociedade
10 Março de 2022 | 14h58

Cinco mortes por descargas eléctricas no Huambo

Cinco pessoas morreram, nos últimos nove dias, após serem atingidas por descargas eléctricas, enquanto chovia nos municípios do Bailundo e Ucuma, província do Huambo, soube a ANGOP esta quinta-feira.

O chefe de secção de Comunicação Institucional e Imprensa do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros no Huambo, o subinspector bombeiro Alberto Satota, disse que os incidentes ocorreram na comuna do Hengue, município do Bailundo, e na vila municipal do Ucuma.

Informou que no mesmo período outras cinco pessoas contraíram, pelas mesmas circunstâncias naturais, ferimentos graves e ligeiros, na vila municipal do Mungo e no sector de Caliamamo, município do Ecunha,

Para além dos danos humanos, o agente bombeiro referiu que as fortes chuvas, acompanhadas de rajadas de vento, destruíram 21 residências e três templos religiosos, deixando ao relento 105 pessoas dos municípios do Bailundo, Cachiungo e Ecunha.

Na passada época foram registadas 62 mortes e ferimentos de outras 55, em consequência das chuvas, acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento.

Localizada no Planalto Central de Angola, com uma área de 35.771 quilómetros quadros, vivem na província do Huambo, cujo período chuvoso do ano dura aproximadamente nove meses, de 15 de Agosto a 15 de Maio, mais de dois milhões e 600 mil habitantes, distribuídos pelos 11 municípios.

Chuva cria inundações em bairros no Huambo © Fotografia por: Aurélio Janeiro (Angop)

Fonte: ANGOP