Cultura
20 Fevereiro de 2022 | 20h37

Rainha Elizabeth, da Grã-Bretanha, testa positivo para Covid-19

Vários funcionários testaram positivo para Covid-19 em Windsor

A rainha Elizabeth testou positivo para Covid-19 hoje (20), aumentando as preocupações sobre a saúde da monarca mais antiga do mundo duas semanas após completar 70 anos no trono britânico.

Totalmente vacinada contra o coronavírus, a rainha de 95 anos brincou há apenas quatro dias com a equipe do Palácio que não conseguia se mexer muito. Em outubro passado, ela passou uma noite no hospital por uma doença não especificada.


"A rainha hoje testou positivo para Covid”, disse o Palácio. "Sua Majestade está com sintomas leves de resfriado, mas espera continuar com tarefas leves em Windsor na próxima semana.”

"Ela continuará recebendo atendimento médico e seguirá todas as orientações apropriadas”, disse o Palácio.

Vários funcionários testaram positivo para Covid-19 em Windsor, antigo castelo onde Elizabeth, a monarca mais velha do mundo, passou grande parte de seu tempo durante as medidas de isolamento adotadas para conter a pandemia.

Philip, marido da rainha há mais de 70 anos, morreu em abril do ano passado, aos 99 anos.

O filho dela e herdeiro do trono, Charles, de 73 anos, contraiu Covid-19 no início deste mês, pela segunda vez. Ele se encontrou com a rainha dias antes.

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson, que disse ter quase morrido de Covid-19 em 2020, preparava-se para descartar as regras de auto-isolamento, parte de uma estratégia de "viver com a Covid” na busca de uma saída mais rápida da pandemia do que outras grandes economias.

Pelo Twitter, Johnson afirmou: "Tenho certeza de que falo por todos ao desejar a Sua Majestade a Rainha uma rápida recuperação da Covid e um rápido retorno à boa saúde vibrante”.


Fonte: Forbes/Br