Sociedade
10 Fevereiro de 2022 | 14h26

Cidade de Ondjiva mais limpa

Duzentos contentores para deposito de lixo na via pública estão a ser instalados em diferentes ruas da cidade de Ondjiva, província do Cunene, no âmbito da gestão, reforço e melhoramento do saneamento básico.

O processo, que será extensivo às escolas do ensino primário, tem por objectivo consciencializar os cidadãos sobre a importância do depósito do lixo em locais apropriados.

Em declarações hoje à Angop, o administrador municipal do Cuanhama, José Felisberto Kalomo, disse que a acção visa reverter o actual quadro de exposição de resíduos sólidos, por indisponibilidade de contentores, obrigando os munícipes a optarem por atirar o lixo ao chão.

Fez saber que plano resulta do projecto de educação ambiental que visa acelerar e facilitar a implementação do Programa Nacional de Gestão Ambiental, através da separação de resíduos.

Apelou aos munícipes a colaborar nas campanhas de limpeza, que visam a melhoria do saneamento básico da cidade à manutenção e conservação do meio ambiente.

Anualmente são recolhidos no Cuanhama 24 milhões, 660 mil e672 quilogramas de resíduos sólidos. 

A cidade de Ondjiva conta com 113 mil e 280 habitantes que produzem 66 mil 835 quilogramas de lixo/dia.

Cunene: Panorama da cidade de Ondjiva © Fotografia por: Tarcísio Vilela (Angop)

Fonte: ANGOP