COVID-19
29 Dezembro de 2021 | 19h41

Dados do CDC sugerem que tempo de incubação é menor na Ómicron

De acordo com dados de uma investigação levada a cabo por Lauren Jansen do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), que incidem sobre um dos primeiros surtos de Ómicron nos EUA, no Nebraska, esta nova variante apresenta sintomas cerca de três dias após exposição ao vírus.

Relativamente aos sintomas, este estudo indica que são na sua maioria leves entre pacientes vacinados.

"Não se sabe se as situações clínicas leves ou as diferentes descrições dos sintomas são resultado da imunidade existente ou características clínicas alteradas associadas à infeção por Ómicron", explica o estudo.

Na amostra em causa, há cinco reinfeções, incluindo uma após a vacinação completa, que "podem ser explicadas pela diminuição da imunidade, o potencial de evasão imunológica parcial pela Ómicron, ou ambos".

O estudo aponta, no entanto, que estas conclusões carecem de mais dados devido ao tamanho da amostra: seis pessoas de um surto no Nebraska, um dos primeiros nos EUA.

Fonte: NM