Cultura
25 Julho de 2021 | 07h02

Os escritores angolanos Lopito Feijó e João Melo foram homenageados pela Academia Angolana de Letras.

Estas homenagens seguem-se as que foram feitas a Dário de Melo e Fragata de Morais no mês de Junho. O presidente da academia, Paulo de Carvalho, em entrevista a nossa estação radiofónica, assegurou que se trata de um projecto de reconhecimento em vida daqueles que contribuem e contribuíram para a promoção da literatura nacional “Contrário ao habito de fazer homenagem depois da morte das pessoas, estamos a fazer homenagens em vida. Nessas homenagens demos oportunidades que as pessoas possam fazer perguntas as pessoas homenageadas, onde no momento é só para escritores e mas temos planos para alargar a outras pessoas da Academia Angolana de Letras…” disse o presidente da academia.

Ainda continuando na entrevista, Paulo acrescentou que "nós temos um projecto ambicioso, isto é, a actual Direcção. Nesse âmbito, nós pensamos em divulgar a acção dos nossos associados, e embora que a pandemia tenha criado grandes transtornos, visto que só começamos a ter actividades no final do ano, através de conferências on-line e estamos satisfeitos por isso, visto que nós permite internacionalizar a acção da academia, o que as conferências em modo físico não permitiria…” rebate o dirigente.