COVID-19
31 Maio de 2021 | 10h02

Quatro sintomas raros de Covid-19 que podem ocorrer após toma da vacina

É possível contrair o novo coronavírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, mesmo após receber a vacina visto que o corpo demora várias semanas a desenvolver proteção contra a doença.

Todavia, especialistas dizem que os sintomas diferem dos que são característicos da Covid nomeadamente arrepios, dores de cabeça e perda de paladar ou olfato (anosmia), cuja probabilidade de ocorrência passa a ser menos de metade. 

Adicionalmente, e conforme explica um artigo publicado no jornal britânico The Sun, após a toma da vacina as pessoas apresentam um risco aproximadamente 70% menor de experienciarem febre e 55% mais diminuto de sofrerem de fadiga.

Ao invés, os investigadores identificaram agora quatro sintomas raros aos quais deve estar atento após lhe ser administrado o imunizante contra a Covid-19. 

Espirrar é 24% mais comum em pessoas com menos de 60 anos que tomam a vacina, mas ainda assim contraem a doença pandémica. Apesar, deste sintoma não estar associado à infeção e ocorrer tipicamente em pessoas que sofrem de constipação ou gripe.

De acordo com os especialistas, indivíduos com alergias espirram porque os germes ativam rapidamente o seu sistema imunitário. Teorizando que pessoas com sistemas imunitários mais sensíveis possam reagir da mesma forma aquando da toma da vacina.

Entretanto, a falta de ar é um outro sintoma presente em pessoas que desenvolveram Covid depois de serem imunizadas.

Mais ainda, experienciar dor ou um zumbido persistente nos ouvidos também é um sinal associado ao novo coronavírus.

Por fim, outro sintoma que deve ter em atenção consiste no aparecimento de glândulas inchadas no pescoço ou nas axilas.

O novo estudo vem reforçar o alerta dado pela comunidade médica para que a população continue a tomar precauções de proteção contra a Covid-19 mesmo após a toma da vacina.


Fonte: NM