Notícias
05 Outubro de 2020 | 14h44 - Actualizado em 05 Outubro de 2020 | 20h06

Descoberta do vírus da hepatite C motiva Nobel da Medicina

O Nobel da Medicina deste ano foi atribuído a três virologistas: o britânico Michael Houghton e os americanos Harvey Alter e Charles Rice. Os três cientistas descobriram o vírus responsável pela hepatite C. O comité sueco declarou que os passos dados têm ajudado a “salvar milhões de vidas”.

É o primeiro prémio desde 2008 a distinguir avanços relacionados com o estudo de vírus, facto que não pode passar despercebido em plena pandemia. Segundo a Organização Mundial de Saúde, todos os anos verificam-se cerca de 70 milhões de casos de infeção por hepatite C, que resultam em mais de 400 mil mortes.

As descobertas dos galardoados aumentaram radicalmente a eficácia dos tratamentos disponíveis que ainda têm, no entanto, custos elevados.

Fonte: Euronenews